Linhas de Pesquisa

O Mithra desenvolve a reflexão sobre a História Antiga Global a partir de cinco linhas de pesquisa, que buscam abarcar diferentes dimensões teórico-metodológicas e empíricas da pesquisa.

.

1. Teoria e metodologia da História Antiga Global

Esta linha discute as implicações teóricas e metodológicas das abordagens e categorias da História Antiga Global, com ênfase nas relações tempo/espaço, estrutura/evento, global/local, macro/micro, integração/desintegração, sociedade/natureza.

.

2. Movimentos e conexões naturais e sociais na Antiguidade

Esta linha discute os múltiplos padrões de movimento de pessoas, coisas, ideias e seres vivos (domesticados ou não) nas redes e estruturas de integração da Antiguidade, compreendendo a produção e circulação de artefatos, as migrações, as formas culturais e religiosas, as transformações de biomas etc.

.

3. Império, fronteiras e integração

Esta linha discute as múltiplas determinações do fenômeno imperial e do imperialismo na Antiguidade, em suas manifestações materiais e literárias, como suporte de processos de integração, de relações de centro/periferia e fronteiras sociais, territoriais e mentais.

.

4. Formas de dominação, exploração e resistências às globalizações antigas

Esta linha discute as formas de dominação, exploração e de resistências aos processos de globalização da Antiguidade, sejam eles vinculados à esfera da produção e do trabalho, às práticas políticas ou culturais, por meio seja do reforço da dimensão local/regional, seja da construção de globalizações alternativas.

.

5. Perspectivas anti-coloniais da História Antiga

Esta linha aborda a dimensão da posicionalidade e da ética da produção historiográfica, considerando em primeiro plano as críticas à colonialidade na produção de narrativas, objetos e interpretações.

.